O paradoxo da tolerância religiosa que serve de justificativa para a aceitação de muçulmanos na Europa e na América

          Nessa última semana do mês de Janeiro de 2017, Trump optou por barrar os imigrantes islâmicos para os Estados Unidos e a TV Norte-Americana em massa caiu em cima do presidente condenando tal atitude, alegando de imediato que a medida é inconstitucional.
          Entretanto, a priore, isso não se restringe somente a uma questão jurídica. Trata-se de uma questão de zelo pela soberania do país e até pela proteção da própria nação estadunidense, o que é muito mais importante do que o fator legal da causa. É uma questão complexa.
          Os países ocidentais, especialmente os europeus, estão sendo responsabilizados por algo que eles não tem culpa e aqueles governantes que não se aderem ao politicamente correto e a todas essas diretrizes esquerdistas da agenda da esquerda global, estão sendo ridicularizados pela mídia por todo o mundo.
          E o pior, alguns desses imigrantes estão causando um verdadeiro terror (no sentido mais agressivo da palavra) nos países onde estão. Há centenas de vídeos no Youtube mostrando as humilhações e agressões extremamente violentas sofridas pelas populações dos países que receberam esses imigrantes, em especial, Alemanha e França, onde a maior razão pela qual se aceitam os imigrantes é porque esses são uma fonte garantida de votos para os partidos de esquerda desses mesmos países. Estamos diante de uma conspiração de uma minoria política que conspira contra seu próprio povo.


Vídeo do professor Maro

Aqui estão alguns vídeos que reforçam bastante o que vários jornalistas e pensadores conservadores vêm denunciando há anos: que essa política de imigração é extremamente prejudicial a população e ataca diretamente a soberania dos países. Veja e tire suas conclusões.


O vídeo se auto-responnde


Reação de um policial francês a imigrantes islâmicos radicais



A caótica situação na França


Na Alemanha,Imigrantes muçulmanos espancam mulher e seu filho pequeno.

"Carne fácil" - gangues de estupradores muçulmanos acobertadas na Inglaterra - CBN News

Comentários