Comissão de Direitos Humanos? Não! Comissão de destruição da Autoridade Familiar!

por Paulo Octávio Tassinari Caixeta

            O caso desses homossexuais, travestis, heterossexuais e toda essa cambada aí que vem lutando por mais e mais direitos pode chegar num ponto de discórdia. Por que estou dizendo isso? Por que daqui uns dias mal poderemos olhar torto pra um elemento desses que seremos processados por racismo.
            Influenciados pelos ideais dos direitos humanos petistas, alguns parlamentares e até funcionários da área jurídica do governo federal, como o senhor Janot, querem, provavelmente, provocar algum tipo de conflito social, atribuindo uma série direitos abusivos ao grupo LGBT, além dos diversos projetos de lei que dão "amparo" a vagabundos menores de idade que cometem crimes graves.
            Nem todo mundo simpatiza com o LGBT. E com razão, pois eu próprio já vi muitos gays, por exemplo, que são bagunceiros e promíscuos, além de totalmente indiscretos. prejudicando a paz social do próximo. E ninguém é obrigado a tolerar isso não. Moralidade e ética não são princípios de todos os membros do grupo LGBT, pois se fosse, não haveria motivos para haver rejeição contra tal grupo.
            Nas escolas de alguns municípios já circulam apostilas ensinando procedimentos sexuais a crianças do ensino fundamental. Além disso, saiba que a comissão de Direitos Humanos da Câmara Federal é favorável e defende os menores de idade criminosos, mesmo esses sendo autores de crimes hediondos. Assim não! Não devemos ser coniventes com os idealizadores desse novo conceito de Direitos Humanos. E os ensinamentos da família, ficarão aonde??






Comentários